quarta-feira, 3 de julho de 2013

Eu torço pelo Brasil!



Oi pessoal, tudo bem?

Voltei com um novo post. Estou sem tempo e para piorar estou com problemas com a minha internet. Uma blogger sem internet é osso... whatever, vamos a nós.

Domingo passado teve jogo do Brasil. Brasil e Espanha. Fui assistir o jogo na casa de uma amiga brasileira, carioca da gema. Na torcida erámos três brasileiras (a outra menina é uma baiana “arretada”) e uma brasilieria de adoção, uma menina da Venezuela. Os maridos também torceram!

Aqui na Itália o jogo começava à meia-noite!  Cada um preparou alguma coisa para levar. Visto o horário eu decidi preparar um tiramisù. Para manter o povo acordado o tempo todo achei que serviria um pouco de café! :D Em breve vou colocar a receita do tiramisù aqui para vocês.

Mas não é sobre receitas ou sobre o jogo que vou falar hoje. Gostaria de falar de coisas mais sérias. Estou acompanhando as manifestações que acontecem no Brasil através da internet e da televisão. Sinceramente acho que já era hora. Mas logo agora? Perto da Copa? Quer momento melhor do que esse?! Todos os refletores estão apontados para o Brasil. Era hora de mostrar ao mundo que no Brasil existe , sim, vida inteligente!

Vocês já pararam para pensar que uma pessoa para fazer um concurso público no Brasil, ou arranjar um emprego em uma empresa privada (qualquer emprego!) precisa ter experiência e qualificação? Perdi as contas de quantos testes psicológicos, testes de matemática, de inglês e de lógica eu já tive que fazer na vida. Vem natural pensar por que para trabalhar na política nenhuma dessas coisas conta. Conta a lábia. Conta a capacidade de dizer às pessoas aquilo que elas querem ouvir, nem que seja conversa fiada. Tanto vocês sabem, brasileiro tem memória curta.

Os políticos são “trabalhadores” privilegiados. Não têm chefe. Bem, o chefe é o povo mas como o chefe nunca reclama(agora sim!), nunca diz nada, o empregado continua fazendo m£$%& !  Eles decidem quanto devem ganhar! Onde já se viu isso em uma empresa??? E como se não bastasse o salário gordo eles ainda são cheios de regalias. E como se bastasse o salário e as regalias eles ainda roubam! Nunca estão satisfeitos!

Um dia vi um documentário (adoro assistir documentários ) na BBC que falava sobre Psicopatia. Segundo o documentário, a maior concentração de psicopatas encontra-se em dois tipos de ambiente: no mercado acionário e na política. Ou seja, estes dois ambientes estariam cheios de pessoas sem escrúpulos, sem senso de culpa e que fariam qualquer coisa para conseguir o que querem. Acho que este estudo é bem realístico. Basta pensar, por exemplo, nos políticos que roubam dinheiro destinado à compra de merenda para as crianças. Uma pessoa que faz algo assim deve ter algum problema.

No meio da crise, percebi que a Dilma não conseguiu demostrar poder de liderança e teve sérias dificuldades em reconquistar a confiança do povo. Vi o discurso dela na internet. Empatia: zero. Capacidade de convencer: zero. Força dos argumentos: zero. “Temos que partecipar da copa por que sempre partecipamos da Copa, e vencemos cinco vezes.” E aí? Que discurso é esse? Isto é o melhor que você sabe fazer? A vida de muita gente vai continuar igual depois da Copa. Ainda vão existir crianças de ruas, mendigos, violência e corrupção. O índice de analfabetismo não vai diminuir se o Brasil vencer a Copa. Mas isso não importa. O que importa é torcer para o Brasil! E quem não torce é acusado de não ser patriota. WTF!

Mas e aí, onde estão os serviços públicos que deveriam ser garantidos às pessoas? Não funcionam. O que acontece então? Acontece que a Maria e o João vão ter que pagar escolar particular para o filho. Imaginem quanto eles gastam até o filho ir à faculdade! Uma fortuna. Dinheiro que poderia ser investido de outra forma. Detalhe: na Europa todo mundo estuda em escola pública. A Maria e o João vão ter que pagar plano de saúde por que o hospital público não funciona. Aqui as pessoas vão aos hospitais públicos. A Maria e o João não vão usar o transporte público por que não funciona, é sempre lotado, é alvo de assaltantes e chega muitas vezes atrasado. Em cidades como Londres, Viena, Paris e Berlim as pessoas vão ao trabalho com o transporte público, de metrô. Na Europa não é humilhante usar o transporte público. Resumindo: no Brasil, pagamos tudo duas vezes. E quanto à violência? A Maria e o João vão ter que pagar segurança privada, colocar cerca elétrica, ter cães de guarda. Vão viver em uma prisão de segurança máxima e vão dormir com a ilusão de que eles estão em um lugar seguro. Nos Estados Unidos, a maioria das casas não têm muros e as pessoas, muitas vezes, nem trancam a porta. Crianças brincando na rua? Nem pensar! Temos que ir ao Shopping Center! É mais seguro! Saímos de uma prisão e entramos em outra...  

Sinto muito pelas pessoas que morreram durante os protestos. Espero, sinceramente, que a morte dessas pessoas não tenha sido em vão, espero que o aconteceu não caia no esquecimento e que eles não virem apenas um número.

Mesmo longe, desejo um futuro melhor ao meu país. Já era hora da Maria e do João acordarem e levantarem desse “berço esplêndido". Estou torcendo por vocês.


Beijos e até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...